Multiways

Sem Categoria

Exportações de calçados param de cair em novembro
10 de Dezembro de 2018
No mês de novembro, conforme dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), foram exportados 10,54 milhões de pares que geraram US$ 84,78 milhões, altas de 6,6% em volume e de 1,6% em receita no comparativo com igual mês de 2017. O dado interrompeu uma queda que vinha desde maio, mas não foi suficiente para recuperar o tombo no acumulado nos 11 meses do ano, que registrou quedas de 8,6% em pares e de 9,8% em receita no comparativo com mesmo ínterim do ano passado, somando 100,38 milhões de pares enviados ao exterior com um retorno financeiro de US$ 878,5 milhões - neste mesmo período de 2017, os números apontavam 109,86 milhões de pares e US$ 973,58 milhões. O presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, destaca que, entre os principais destinos, os países sul-americanos, com exceção da Argentina, foram fundamentais para o índice positivo de novembro. Principal destino do calçado brasileiro, os Estados Unidos reduziram o valor médio do par comprado, aumentando o volume de produtos importados no mês passado. Em novembro, os norte-americanos compraram 1,27 milhão de pares por US$ 15 milhões, incremento de 2,8% em pares e queda de 7,8% em receita na relação com o mesmo mês do ano passado. No acumulado dos 11 meses, os Estados Unidos seguiram respondendo como o principal mercado internacional do calçado verde-amarelo. Para lá, foram embarcados 8,6 milhões de pares que geraram US$ 141,73 milhões, quedas de 13% em volume e de 16,7% em receita no comparativo com o mesmo ínterim de 2017. O segundo no ranking seguiu sendo a Argentina, para onde foram enviados 11,38 milhões de pares por US$ 134,13 milhões, incremento de 5% em volume e queda de 3,4% em dólares no comparativo com período correspondente do ano passado. O mês de novembro registrou, ainda, uma queda nas importações de calçados. No mês passado entraram no Brasil 1,47 milhão de pares, pelos quais foram pagos US$ 24 milhões, quedas de 24% em volume e de 3,3% em receita no comparativo com igual período de 2017. Com isso, no acumulado dos 11 meses de 2018, entraram no País 25,23 milhões de pares por US$ 328 milhões, incrementos tanto em volume (10,8%) como em dólares (1,4%) em relação ao mesmo período do ano passado. Fonte:Assessoria de Imprensa da Abicalçados - Associação Brasileira das Indústrias de Calçados – Abicalçados
Planeta Sustentável