Multiways

Comércio Exterior

Clima derruba safra de soja no Brasil
19 de Fevereiro de 2019

Neste ano, há previsão de perdas na safra da soja, principal produto na pauta brasileira de exportações. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão do governo federal, prevê, até então, uma quebra de 4 milhões de toneladas em relação à safra recorde do ano passado, de 119,3 milhões para 115,3 milhões de toneladas. Mas, para a Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja Brasil), a quebra na safra 2018/19 pode chegar a 16 milhões de sacas, numa colheita esperada inicialmente de 117,2 milhões de sacas, por conta de problemas climáticos em 12 Estados.

 

Caso se confirme a previsão da Conab, tida como a mais conservadora, a perda de receita para os produtores está estimada em R$ 4,3 bilhões, levando em conta o preço médio de R$ 65 a saca. Se a quebra atingir o que preveem as consultorias, mais pessimistas, a perda no rendimento bruto da safra pode passar de R$ 7 bilhões.

 

Fonte: Diário do Comércio e Indústria – DCI

Planeta Sustentável